Post original com os scans

Os caras do Green Day podem ser super estrelas do punk rock que estão dominando o mundo, mas isso não significa que eles não têm tempo para vocês! Não mesmo! O trio tirou um tempo de suas agendas maníacas para responderem suas perguntas. Aqui estão os resultados…

Enquanto o Green Day se senta em sofás confortáveis, a conversa é séria se amigável. Há discussões amistosas sobre trabalho, política e pressão. São engraçados e educados, mas permanecem sérios quando a falação é compreensivelmente restrita aos complexos temas contidos entre as quatro paredes de seu recentemente lançado álbum 21st Century Breakdown, sucessor de American Idiot, de 2004.

Há também – dado à recente remoção do poder do anti-herói do álbum – os méritos do seu sucesso para discutir. A conversa educada muda para Barack Obama e se o bom trabalho que ele tem realizado até agora pode continuar por longo prazo. Em resumo, estes são tópicos sóbrios, sendo jogados por homens com algo interessante e importante a dizer sobre tais questões.

Francamente, então, parece um bom momento para desenhar uma linha embaixo disso tudo e trazer um feixe de leitores da Kerrang! e suas perguntas de rock star que, pela maior parte, relacionam-se a absolutamente nada do que foi dito acima.

“Ó Deus,” diz o baixista Mike Dirnt. “O que eles andaram perguntando?” Ele, o cantor Billie Joe Armstrong e o baterista Tré Cool sentam e esperam o pior.

E, se eles responderão às perguntas que a maioria deixaria morrer, como onde eles esconderam as suas drogas, e se agüentar um boquete de um homem barbudo representa seu maior medo, então eles vieram para o lugar certo. Então senhores, vamos começar…

Charlotte, Machester
Se vocês dominassem o mundo, o que vocês fariam e por quê?

Tré: Nós já não fizemos isto, Charlotte?”

Mike: “É justamente óbvio, nós tocaríamos rock ‘n’ roll.”

Tré: “Charlotte, nós somos como todo mundo. Nós vestimos nossas calças uma perna de cada vez. Só que quando estamos vestidos com nossas calças, nós fazemos álbuns de sucesso. Oh, e nossas calças são um pouquinho mais apertadas que as calças das outras pessoas.”

Jordan Pundik, New Found Glory
Vocês poderiam, por favor, nos levar em turnê de novo?

Billie Joe: “Ahhh! Esses caras são na verdade uma das minhas bandas favoritas que já levamos. Perto do final estávamos nos divertindo na Irlanda e nós estávamos todos saindo pra beber e se divertir. Eles eram uma daquelas bandas que nós não conhecíamos realmente como pessoas e acabamos nos tornando ótimos amigos. Eles simplesmente são caras muito legais.”

Matt Skiba, Alkaline Trio
Billie, você achou aquele saco de drogas que a gente perdeu no Chateau Marmont [Hotel em Los Angeles]? E o que aconteceu com o terno amarelo do Mike e o Bookmobile?

Billie Joe: “[Ri por um minuto inteiro] Oooh, cara! Eu e o Matt tivemos um daqueles momentos “Te amo, cara” no Chateau Marmont quando nós estávamos gravando o último álbum a o saco de drogas pode ter algo a ver com isso. Mas não, Matt, eu nunca achei.. O que é uma coisa boa, Oh não, peraí, na verdade eu acho que tinha acabado tudo mas nós estávamos tentando convencer a nós mesmos que ainda tinha mais um pouco sobrando lá dentro. Estas coisas acontecem.”

Mike: “Quanto ao terno amarelo, Eu acho que eventualmente ele apodreceu. Muitas das minhas roupas naquela época ficavam muito sujas, ficavam numa sacola, e enchiam de mofo. Aquele terno foi uma daquelas coisas ruins que eu nunca deveria ter usado. O  que era legal nele é que era tão nauseante que deixava muitas pessoas desconfortáveis, que por si só, é punk, eu acho.”

Tré: “O Bookmobile está no meio da floresta de Mendocino County em um lugar bem seguro. Era o nosso ônibus de turnê improvisado por um tempo, mas antes era uma biblioteca móvel. Nós jogamos fora todas as porras dos livros e transformamos ele em algo útil.”

Adam, Dorchester
American Idiot mostrou um distanciamento dos seus trabalhos mais antigos e seus temas mais leves. Onde vocês vêem o seu lugar na indústria musical pós-American Idiot?

Billie Joe: “Eu não faço idéia. É sempre imprevisível. Mas esse é o motivo pelo qual você entra nessa, em primeiro lugar. Sempre há caos.”

Mike: “Eu acho que nós nunca nos encaixamos. Isso é o que nos ajudou a virar o Green Day. Nós estamos sempre tentando fazer coisas que nos assustem o suficiente para fazer com que sintamos como se nós estivéssemos remando contra a maré.”

Emma, Croydon
Se você estivesse preso em uma ilha deserta, com qual pessoa você odiaria ficar preso e por quê?

Billei Joe: “Eu diria Paris Hilton. Ela é muito magra pra comer. Tré, quem você vai escolher?”

Tré: “Eu não vou dizer nada com este gravador ligado…”

Mike: “Só não escolha um cuzão, cara. Escolha uma mina legal, ela teria uma perspectiva diferente e…”

Billie Joe: “… e eventualmente vocês irão foder.”

Tré: “Isso pode acontecer com um cara também. Pode demorar um pouquinho mais, mas nunca se sabe.”

Mike: “Hmmm, não sei. Se não tivermos giletes. Não tenho certeza se conseguiria agüentar a idéia de um cara com uma barba chupando meu pau.”

Amy, Santa Clarita, California
Se você pudesse ter um super poder, qual seria e por quê?

Tré: “Oooh, é entre visão raio-X, invisibilidade ou poder voar.”

Mike: “Eu voaria. Eu voaria como uma águia. Eu iria bem pro alto e depois mergulharia e tentaria não bater no chão.”

Tré: “Também seria bem legal poder fazer truques mentais de Jedi. ‘Estes não são os dróides que você esta procurando, ’ eu amaria poder fazer isso! Eu definitivamente teria usado isso no policial que me parou no caminho pra cá. Mas invisibilidade seria bom também. Você poderia realmente zoar com as pessoas, especialmente se você estivesse dirigindo um carro.”

Billie Joe: “Mas e se você tivesse que ser invisível o tempo todo?”

Tré: “Isto não seria tão bom. Talvez pudesse ser como a Mulher Maravilha e ter um jato invisível.”

Mike: “Você poderia realmente assustar as pessoas com isso quando você passasse voando por elas, sentado, a 500 milhas por hora. Você teria um trabalho do cão para achá-lo. Você ficaria andando dizendo, ‘Onde foi que eu estacionei a porra do jato?”

Beth, Norwich
Se os seus dois colegas de banda estivessem pendurados de um penhasco e você só tivesse tempo para salvar um, quem você salvaria e por quê?

Tré: “Eu pularia. Não, eu salvaria o Billie porque ele é o mais leve, então seria mais fácil de puxá-lo.”

Billie Joe: “Ah é? Eu diria o Mike porque eu o conheço há mais tempo que você.”

Tré: “Obrigado por isso!”

Mike: “Eu pisaria na mão de ambos e levaria toda a glória. Claro, depois, eu diria a todos ‘Foi um momento realmente difícil quando eu tentei salvar os dois com as ultimas das minhas forças… ’.”

Itch, The King Blues
Como que vocês conseguiram se tornar uma das maiores bandas do mundo sem se transformarem em completos cuzões?

Billie Joe: “[Dando risada] Quem disse que nós não somos cuzões?”

Mike: “[Dando risada] Você não me conhece! Vai se foder!”

Billie Joe: “Você nem é valido de uma resposta a esta pergunta. Eu nem vou responder!”

Tré: “A melhor coisa da Kerrang! é que eles vão imprimir isto…”

Simon Neil, Biffy Clyro
Vocês estão juntos há muito tempo, qual o seu segredo para se manterem amigos e relevantes como uma banda?

Mike: “Nós temos uma escolha?”

Billie Joe: “Nós estamos presos um ao outro.”

Mike: “Talvez seja só ignorância.”

Tré: “Nós não temos segredos entre nós.”

Billie Joe: “Nós tomamos banho juntos e cruzamos espadas sempre que possível.”

Roxy, Brazil
Vocês pesquisam vocês mesmos no Google?

Tré: “Não, só pornô.”

Billie Joe: “Não, eu não pesquiso a mim mesmo no Google. Eu tento evitar este tipo de coisa. Eu pesquisei a minha esposa no Google uma vez.”

Tré: “Ah é? Aposto que ela amou!”

Mike: “Das ligações que eu recebo da minha família, eu assumo que tem muita coisa sobre mim por ai. Eles ligam dizendo ‘ Não acredito que você falou isso sobre nós! ’ e eu tenho que dizer ‘Não leiam essas coisas, não é verdade.”

Tré: “Minha mãe ficou surpresa quando ela ficou sabendo que estava morta. Ela me ligou para me dizer que ela estava se sentindo muito bem pra alguém que estava morta.”

Katy, Essex
Você tocaria completamente pelado no palco novamente?

Billie Joe: “Não, eu acho que não. Quando alguns dos seus fãs são mais novos que a duração da sua banda, você não pode mais ficar pelado.”

Tré: “Ela disse ‘por favor’?”

Hannah, Alemanha
O que vocês estariam fazendo se não estivessem fazendo musica?

Tré: “Eu seria um sapateiro honesto.”

Billie Joe: “Eu provavelmente estaria vendendo drogas. Isso ou trabalhando em construções ou em um café. Eu sempre estaria fazendo trabalhos estranhos. Eu não consigo realmente me ver em uma carreira de finanças internacionais ou qualquer coisa assim.”

Jordan, Irlanda do Norte
Se o Green Day e o Blink 182 tivessem uma briga (armas não permitidas), quem ganharia?

Mike: “Aqueles caras são bem grandes, mas nós lutamos sujo. Eu morderei seu saco fora se você não tomar cuidado.”

Tré: “Se fosse luta livre pelada na lama, eles poderiam tomar a gente. Se nós estivéssemos com óleo de bebê e biquínis, aí nós ganharíamos.”

Mike: “O nome dele é DeLonge, cara. Você quer ficar pelado com alguém que tem ‘long’ (comprido) no nome?”

Bethan, Vale of Glamorgan, South Wales
O quão satisfeitos vocês estão de finalmente ver as costas do George W. Bush?

Billie Joe: “É muito bom não ter mais ele por perto. Mas tomara que ele seja sentenciado por crimes de guerra, então talvez ele esteja de volta. É bom ter um presidente que, até agora, parece ser legal e inteligente. Quem diria que ser legal e inteligente seria uma receita para sucesso? Faz você pensar como o último cara conseguiu chegar lá sendo odiado e estúpido. Eu realmente espero que o Obama possa reverter as coisas.”

Sean, Michigan
Todos nós sabemos como fãs podem ficar enlouquecidos. Qual foi a coisa mais doida que um fã fez para conhecer vocês ou fez na frente de vocês?

Mike: “Alguns anos atrás um cara de 226 Kg pulou do palco duas vezes seguidas. Todo mundo na platéia viu ele vindo e saiu do caminho. Foi muito legal. Eu tava tipo ‘Cara, você é grande mas você não vai quicar’. Ele se esborrachou e apagou. De alguma maneira, colocaram ele em uma ambulância e para o hospital. Isto é uma coisa bem doida que alguém fez na minha frente.”

Billie Joe: “A questão sobre esta pergunta é que não queremos falar algo que possa encorajar alguém…”

Mike: “É, porque eu sempre me caso com as minhas perseguidoras. É mais seguro assim. Você passa a conhecer o seu inimigo.”

Billie Joe: “Boa revelação Mike. Próxima pergunta…”

Emily, Farnborough
Billie Joe, você parece mais jovem à medida que vai ficando mais velho, qual o seu segredo?

Billie Joe: “Pílulas de Beleza.”

Mike: “Isso e muitas cirurgias.”

Patrick Stump, Fall Out Boy
A cena punk de Berkley, de onde vieram, foi bem cruel com vocês quando estouraram pela primeira vez. Mas, agora que demonstraram que estão aqui para longo prazo e têm integridade, algumas das bandas que falaram merda de vocês retiraram o que disseram naquela época?

Mike: “Muitas pessoas me contavam sobre coisas como essas que estavam acontecendo. Diziam que o Pennywise não gostava da gente, mas então eu conheci o Fletcher [Dragge, guitarrista do Pennywise] uma noite e ele disse, ‘Oh vocês foram ótimos caras, nós sempre tivemos ótimos momentos assistindo vocês’. Então eu não tenho certeza que essas coisas aconteceram da maneira como foi retratada.”

Billie Joe: “Mas muito da atmosfera do Gilman Street ainda está lá, então eu não acho que alguém vai se desculpar ou retirar o que disse. É só uma daquelas coisas. É o tipo de coisa que faz de Berkeley o que é.”

Mike: “E definitivamente há algo a ser dito para pessoas que ficam ao lado de suas convicções. Essas pessoas realmente se importam com sua música e suas crenças e isto é uma coisa muito boa.”

Tré: “Mas quem quer que eles fossem, você pode apostar que a namorada deles gostava de Green Day…”

Laurent Barnard, Gallows
Quando começaram o Green Day vocês achavam que tocar punk rock iria levá-los ao nível que levou?

Billie Joe: “Não, porque nos anos 80 era um fato bem estabelecido que o punk não te levaria a lugar algum. As maiores bandas punks da época eram Fugazi e Bad Religion então, naquela época, de jeito nenhum. Depois de 94 se tornou ridículo e parece não haver limites. Mas há certo álbuns que você escuta dos anos 80 que fazem você questionar por que eles não foram um sucesso.”

Ariella, Cidade do Cabo, África do Sul
Como os professores nas escolas dos seus filhos reagem quando vocês entram nas reuniões de pais e eventos escolares?

Billie Joe: “Bem normal. Nossos filhos estão em escolas normais, eles não estão em escolas de estrelas do rock. Nós não moramos em Los Angeles, então não ficamos muito longes da realidade.”

Mike: “É, eles são bem normais comigo também. A única coisa estranha é que eu sou um dos pais mais jovens. Isso e que eu insisto que os meus filhos comam de lancheiras de ouro…”

Ola, Polônia
Vocês acreditam em Deus?

Billie Joe: “Eu acredito na última prece antes de você morrer. Você bem que deve fazer suas apostas. Se ninguém estiver lá em cima, então não faz diferença. Se tiver, então não vai doer. Mas eu realmente não sei se eu acredito em Deus. Eu acho que sou agnóstico.”

Liam Cormier, Cancer Bats
Tendo sido uma banda por tanto tempo, e conquistando tanto, há algo que se arrependem de ter feito ou desejam ter feito de uma maneira diferente?

Billie Joe: “Espera um minuto- por que esta pergunta começa com ‘Tendo sido uma banda por tanto tempo… ’? Ele poderia bem estar falando ‘Sendo velhos pra porra e tal… ’. Na verdade, tendo dito isto, nós estamos juntos há 21 anos agora. A banda finalmente atingiu a idade pra poder beber (a idade legal para beber nos EUA é 21). Talvez nós devêssemos sair para uma cerveja e um saco de batatinhas para comemorar. Mas não, respondendo a pergunta, não tem nada que eu desejo ter feito de outra maneira. Isto pode ter sido algo sobre o qual pensávamos antes, mas depois do American Idiot, tudo começou a fazer muito mais sentido.”

Mike: “O terno amarelo, no entanto, é algo que eu poderia ter feito de maneira diferente…”

Billie Joe: “Ah sim. E o saco de drogas com Matt Skiba. Este é provavelmente um dos meus maiores arrependimentos.”

Mike: “Sim, eu queria que o Matt não estivesse estado lá também…”

Tradução: Marie Bastos

Revisão: Allan Kern