Post original com o scan

A Galeria dos Vencedores

Melhor Apresentação Ao Vivo: Green Day

Dominar o mundo e vestir roupas de mulher, uma especialidade.

Parabéns por ganharem o prêmio de Melhor Apresentação Ao Vivo…

Billie Joe Armstrong: Obrigado. Nós temos orgulho de nós mesmos por tentar fazer o melhor show que podemos e não temos medo de dizer que somos a melhor banda ao vivo do mundo [risos].

Você tem um case de troféus em casa para este tipo de coisa?

BJA: Não. É muita pressão ter premiações pela casa.

Então onde ficam todas essas coisas?

BJA: Na parte debaixo da casa num quartinho.

Que nota você daria ao Green Day como uma banda ao vivo quando começaram?

BJA: Nós éramos bons. Nós tocávamos, tipo, 64 shows em três meses, a maioria na Alemanha. Não podíamos ir lá e contar as piadas usuais porque ia ter um monte de alemães olhando um para o outro dizendo: “Eu não sei o que ele está dizendo.” Tínhamos que descobrir outras formas de deixar as pessoas animadas.

Como a sua apresentação tem melhorado desde o começo da banda?

BJA: Por volta do Insomniac [1995] nos tornamos uma bosta ao vivo. Começamos a tocar em arenas; não sabíamos como realmente tocar em lugares assim e ao mesmo tempo estávamos nos tornando cada vez mais introvertidos. Depois começamos a beber muito mais. Estar bêbado no palco, suas inibições desaparecem. A maioria das coisas que inventamos, como trazer alguém para cantar conosco ou ficar correndo vestido de mulher, tudo isso veio de estarmos bêbados.

Qual a quantidade ideal de bebida antes de subir no palco?

BJA: Tinha uma época em que eu chegava a tomar 6 latinhas de cerveja e talvez umas duas doses – isso quando você está realmente cozinhando no meio de uma turnê. Você quer o suficiente para ficar bem solto.

Você já tocou pelado e de vestido. Qual é mais confortável?

BJA: Um vestido é bem mais confortável. Quem não ama um homem de vestido? Tocar pelado é igual viver o seu pior pesadelo.

Como está indo o musical American Idiot?

BJA: Muito bem. Eu não consigo acreditar que temos um show na Broadway baseado no nosso álbum. Teve um ótimo verão e está reservado até o ano que vem.

É igual Glee?

BJA: Não. Não é uma versão da Broadway das nossas músicas. É rock.

Aparentemente a estrela do tênis Serena Williams é uma grande fã do Green Day e uma boa guitarrista. Você já deu algum conselho a ela?

BJA: Eu acho que o Mike [Dinrt, baixo] já deu alguns conselhos a ela. Ela realmente adora vir aos shows. Quando eu sei que ela está lá tento tocar algumas musicas que são um pouco mais raras porque ela é um daqueles fãs que curte muito músicas que não foram para os álbuns.

Você joga tênis?

BJA: Eu jogo ping-pong muito bem, mas tênis não.